terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Para Todos


Antes de censurar os outros pelas imperfeições, vede se não se pode dizer o mesmo de vós.
Empenhai-vos em ter as qualidades opostas aos defeitos que criticais nos outros, esse é o meio de vos tornardes superiores; se os censurais por serem mesquinhos, sede generosos; por serem orgulhosos, sede humildes e modestos; por serem duros, sede dóceis; por agirem com baixeza, sede grandes em todas as ações. Em uma palavra, fazei de maneira que não se possa aplicar a vós estas palavras de Jesus: “Vê um cisco no olho de seu vizinho e não vê uma trave no seu”.
(resposta a questão 903, de O Livro dos Espiritos)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Amar

As pessoas não se preocupam umas com as outras.
Porque falta tanta humanidade assim? Ninguém se coloca no lugar do outro, não param pra pensar o que o outro está sentindo. As palavras dadas que antes valiam tanto, hoje não passa de simples palavras, ninguém leva a sério, saem por aí falando mentiras ou coisas que não vão realmente fazer, sem se importar.
E quem ainda se atrever a levar a palavra a sério, quem ainda se importa com os outros, se coloca no lugar dos outros, a pessoa que tenta fazer a coisa certa.
Se você é ainda uma dessas raras pessoas, coragem, muita coragem, não se deixe abater, um dia você encontrará uma pessoa como você, ou não, talvez consiga com o seu jeito de ser passar alguma mensagem para as pessoas, talvez até consiga fazer nem que seja uma pessoa, entender o quão bom seria se todo mundo se importasse uns com os outros.
Leve sempre com você a máxima; Sempre se coloque no lugar do outro, e nunca faça para uma pessoa o que você não gostaria que fizesse com você. Pode ser que às vezes falhe, mas tudo bem, todo mundo falha, mas logo se recomponha e continue sua vida da melhor maneira possível. Tente não magoar as pessoas, a gente nunca sabe o que realmente se passa por dentro delas, mas tem coisas básicas, que basta você pensar um pouquinho, pensar no outro...

Pamela Antunes

sábado, 28 de janeiro de 2012

Calma


Se você está no ponto de estourar mentalmente, silencie alguns instantes para pensar.
Se o motivo é moléstia no próprio corpo, a intranqüilidade traz o pior.
Se a razão é enfermidade em pessoa querida, o seu desajuste é fator agravante.
Se você sofreu prejuízos materiais, a reclamação é bomba atrasada, lançando caso novo.
Se perdeu alguma afeição, a queixa tornará você uma pessoa menos simpática, junto de outros amigos.
Se deixou alguma oportunidade valiosa para trás, a inquietação é desperdício de tempo.
Se contrariedades aparecem, o ato de esbravejar afastará de você o concurso espontâneo.
Se você praticou um erro, o desespero é porta aberta a faltas maiores.
Se você não atingiu o que desejava, a impaciência fará mais larga a distância entre você e o objetivo a alcançar.
Seja qual for a dificuldade, conserve a calma, trabalhando, porque, em todo problema, a serenidade é o teto da alma, pedindo o serviço por solução.

Autor: André Luiz
Psicografia de Francisco Cândido Xavier

domingo, 15 de janeiro de 2012

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

5 Lições para a Vida

Acabei de aprender...

A vida é bela.
Eu nasci para amar.
Eu nasci para servir.
O mal que me fazem, não me faz mal.
A sol dentro de mim.

Joanna de Ângelis

...que esse ano novo que se inicia todos consigam entender, aprender e praticar essas lições.
Muita Luz a todos!