quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A Arte de Ser Luz

"Somos estrelas de bem-aventurança.
Cada um de nós é um sol.
Pensar nisso é evocar essa luz.
Sentir-se irradiante nesse mundo - tão cheio de pessoas carregando mágoas e expostas a diversos tipos de suscetibilidades energéticas -, é tornar-se rico de possibilidades espirituais.
Ser consciente dessa luz é viver em abundância interna.
A matéria é energia condensada. E a energia é matéria sutilizada.
Logo, tudo é energia em graus variados de densidade.
Por isso, os mestres herméticos da antiguidade diziam que ‘tudo é luz!'
E eles estavam corretos: luz é vida; é movimento; é vibração; é energia.
A energia reflete o que pensamos, sentimos e fazemos uns com os outros.
A qualidade da nossa energia depende da qualidade de nossa manifestação - interna e externa -, na vida.
Quem vibra com o que faz, irradia uma energia que impulsiona aos outros na direção dos mesmos interesses e afinidades.
E o semelhante atrai o semelhante...
Então, quem quer mais luz, que seja luz!"
Wagner Borges



Um comentário:

Giuliana Nogueira disse...

Uauuuuu...
Que textooo!!

Simplesmente amei!

Grande abraço Pam!