domingo, 16 de setembro de 2012

Infelicidade

"...Vou revelar-vos a infelicidade sob uma nova face, sob a forma bela e florida que acolheis e desejais, com todas as forças de vossas almas iludidas. A infelicidade é essa alegria falsa, esse prazer egoísta, a fama enganadora, a agitação fútil, a louca satisfação da vaidade que faz calar a consciência, que perturba a ação do pensamento, que confunde o homem quanto ao seu futuro..."

 Kardec, Alan (1997), O Evangelho Segundo o Espiritismo. São Paulo: Petit

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Olhar para si

"..Antes de censurar os outros pelas imperfeições, vede se não se pode dizer o mesmo de vós. Empenhai-vos em ter as qualidades opostas aos defeitos que criticais nos outros,
esse é o meio de vos tornardes superiores; se os censurais por serem mesquinhos, sede
generosos; por serem orgulhosos, sede humildes e modestos; por serem duros, sede dóceis;
por agirem com baixeza, sede grandes em todas as ações. Em uma palavra, fazei de maneira
que não se possa aplicar a vós estas palavras de Jesus: “Vê um cisco no olho de seu vizinho
e não vê uma trave no seu..."
                                               
                                                               (resposta a questão 903, de O Livro dos Espiritos- Allan Kardec)