quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A pessoa


A pessoa trabalha das 8h a 17h, chega em casa, liga a TV, assiste a novela, assiste ao jornal da sua região, assiste outra novela, assiste o jornal “nacional”, assiste outra novela, nesse meio tempo entre o jornal e a novela, tem o seu jantar e depois vai durmir. Ops! Esqueci, agora tem mais uma novela e tem o Facebook! E depois vai durmir. No outro dia tudo se repete outra vez. Nessa linda rotina, não existe espaço, pra ler um livro, (não! o que é um livro?), pra conversar com a pessoa do seu lado (sim, olhe para o lado você vai se surpreender), não existe espaço pra entrar na internet e ler noticias de um site independente, por exemplo, (sim! existe mais sites do que o facebook, youtube ) ou até de pesquisar sobre um determinado assunto de seu interesse e ver os vários pontos de vistas que existem sobre ele e depois refletir e talvez ter uma opinião. Não, definitivamente não existe espaço pra tudo isso (!) na rotina da pessoa.
Mas sabe para que existe espaço? Pra reclamar, pra REPETIR o que escutou no jornal nacional ou viu no facebook, claro, porque a pessoa não precisa se preocupar se as noticias são falsas ou tendenciosas, afinal tudo o que eles passam no jornal ou compartilham no facebook é verdade, é lei.
Assim, a pessoa apenas repete a notícia, e reclama, e acredita que toda merda que acontece não tem nada a ver com ela, que o papel da pessoa é apenas assistir a TV, repetir e reclamar. E vive feliz. (?)

Um comentário: